Comprar produtos nos Estados Unidos pode ser uma má idéia: Receita federal barra metade dos passageiros

16 de abril de 2014

Comprar produtos nos Estados Unidos pode ser uma má idéia: Receita federal barra metade dos passageiros   atualidades Você é obrigado a comprar no Brasil produtos com uma das maiores taxas de impostos do mundo, e caso se aventure a comprar no exterior é multado com rigor, caso passe da pequena cota atual.

Um em cada dois passageiros barrados em aeroportos brasileiros pela Receita Federal tem como voo de origem para o Brasil os Estados Unidos. A informação foi publicada pelo jornal Folha de S. Paulo, citando dados da Receita Federal.

A maior vigilância sobre brasileiros que retornam dos Estados Unidos ao país está no fato da América do Norte ter se tornado um forte destino de compras nos últimos meses. O objetivo da Receita é impedir que turistas com grandes volumes de compras entrem no país sem recolher os impostos.



Enquanto um iPad de quarta geração pode ser adquirido, nos Estados Unidos, por preços a partir de 499 dólares (ou o equivalente a menos de mil reais), no Brasil o mesmo produto é vendido no varejo por cerca de 1700 reais.

De acordo com a lei, cada passageiro pode trazer consigo até 500 dólares em produtos, sem precisar declarar nada a Receita. O valor que superar esse limite deve ser declarado e recolher impostos. O fato é que com tantas tentações, acabamos por passar um pouco dos limites, ai que está o perigo.

Quem tenta enganar a Receita e entrar no país com mais produtos que o estipulado em cota sem declarar, se flagrado, pode ser multado. Produtos considerados piratas podem ser apreendidos. Enquanto isso, somos roubados, senado uma esculhambação só, Petrobras quase falida, Lula aina é herói, Brasil, uma piada…

Categoria: Atualidades 2014








Vídeos relacionados

Deixe Seu comentário

© 2014 Novo Melhor. All rights reserved. - Páginas mais acessadas