Comprar imóvel agora ou esperar a Bolha Imobiliária estourar

31 de março de 2014

Vamos publicar uma reportagem da Exame bastante interessante, principalmente para quem está pretendendo comprar um imóvel agora, será que vale a pena, confira.

Em um cenário de taxa de juros básica (Selic) ainda em ascensão (saiu de 7,25% em abril/13 atingindo 10,75% em março/14) e crescimento do PIB abaixo de 2% em 2014, a pressão sobre o setor imobiliário só tende a aumentar.

Isto ocorre porque as taxas cobradas em financiamentos se tornam mais caras para quem pretende adquirir um imóvel com parte do pagamento financiado. Por outro lado, o dinheiro investido em produtos financeiros neste mesmo cenário é favorecido pela elevação dos juros.

Ipea-aponta-possibilidade-de-bolha-imobiliaria-no-Brasil

O ideal é que você aguarde para adquirir um imóvel, pois a tendência é que os preços médios se reduzam nos próximos dois anos. Mesmo que o preço seja mantido pelo vendedor, a inflação estará corroendo o valor real do imóvel no tempo.

Lembre-se também que diversos empreendimentos imobiliários estão ainda em construção, pois foram resultado do grande aquecimento das vendas até o final e 2012. Estas obras não podem ser interrompidas agora e em breve haverá maior disponibilidade de unidades no mercado, ajudando a baixar o preço principalmente dos imóveis usados.

Não se deve esperar, porém que haja um estouro de “bolha” como ocorreu nos EUA, pois as características de hipotecas por lá e seus produtos financeiros derivados são completamente diferentes do que existe no Brasil. Na verdade, o nosso mercado é menos sofisticado e não utiliza em larga escala os chamados produtos derivativos imobiliários.

*Paulo Bittencourt é diretor técnico da Apogeo Investimentos.

Comprar imóvel na planta pode sair mais caro

Comprar imóveis na planta em Belo Horizonte pode sair mais caro do que adquirir um pronto para morar. Além do risco de atraso, a opção por um imóvel que nem começou a ser construído pode acarretar prejuízos irreparáveis, caso construtora ou incorporadora decretem falência. O alerta parte do presidente da Comissão de Direito Imobiliário da seção mineira da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MG), Kênio Pereira.

Segundo Pereira, de cada cem imóveis vendidos hoje na capital, 85 são negociados na planta ou em fase de construção. A parca oferta de terrenos na capital mineira e a supervalorização dos que restam, ainda de acordo com o especialista no mercado imobiliário, não justificam a oferta de unidades ainda na planta pelo mesmo preço ou mais caros de um imóvel já finalizado.

“A lógica sempre foi outra. É o valor da unidade já pronta que define até quanto pode ser pago por um terreno”, diz Pereira. “Não há como o proprietário de um terreno exigir um valor exorbitante, pois atender sua ganância inviabiliza a venda das unidades e os construtores sabem disso, uma vez que eles pagam o valor justo pelos lotes”, completa ele.

Com casamento marcado para o fim de 2015, o advogado Luiz Felipe Barbosa, 30, e a fisioterapeuta Andréia Gonçalves Silva, 28, procuram há quatro meses um apartamento e constataram que o preço de imóveis na planta não difere tanto dos prontos para morar.

“A diferença mínima que encontramos nesse contexto é de 90%”, diz Barbosa, revelando que até mesmo a localização, o padrão e a área são bastante similares.

“Observamos essa situação até mesmo em imóveis da mesma construtora. Acho que valerá mais a pena comprar um pronto para morar”, constata.

Sem lançamentos. Os lançamentos em baixa, afirma Kênio Pereira, são o principal fator que leva as construtoras a não se preocuparem em vender de imediato as novas unidades. “Essa situação é estranha, pois os preços atualmente não estão subindo bem acima da inflação, como ocorreu no período de 2006 a 2011 e que gerou excelente lucratividade para quem investiu na planta naquela época”, acrescenta o especialista.

Categoria: Mercado








- Slide

    CONHEÇA O NOVO BAIRRO DE BRASÍLIA - NOROESTE

    Este é o ano da copa das confederações. os valores dos imóveis na sede dos eventos irão alavancar, e quem tiver um, vai lucrar muito!!! você vai esperar os i...

    Vinícius Torres Freire/ Sempre vale a pena sacar o FGTS

    Agora, é possível comprar imóveis de até r$ 750 mil reais com o dinheiro do fgts em são paulo, rio, minas e no distrito federal. nos outros estados, o limite...

    Comparação entre consórcio de imóveis e financiamento

    Veja um comparativo e comprove as vantagens do consórcio de imóvel. acesse www.consorciodeimoveis.com.br e faça uma simulação! ---- precisando de site ou sis...

    Reportagem sobre imóveis e bolha imobiliária no programa Mais Você - Ana Maria Braga

    Http://www.foxterciaimobiliaria.com.br/corretor/carlos-mazeron reportagem sobre imóveis e bolha imobiliária no programa mais você - ana maria braga. exibido ...

Deixe Seu comentário

© 2014 Novo Melhor. All rights reserved. - Páginas mais acessadas